Sibila do Coração


Fui convidado por Odete Lopes e Giordano Berti para abrir uma escola em Portugal sobre a Sibila do coração. Sou o único representante oficial em Portugal a poder vender e a ministrar cursos sobre este rico oráculo, para mim é um orgulho saber que alguém de grande poder no mundo do Tarot e das Sibilas no mundo confiarem no meu trabalho. Serei sempre grato à minha amiga Odete por ter colocado esta obra na minha mão.


 

 

A Sibila do Coração é um baralho de 40 figuras enigmáticas projectadas por um seguidor dos Rosacruzes, o teólogo alemão Daniel Cramer. Os emblemas foram publicados pela primeira vez, em 1617, e torna-se hoje um baralho de adivinhação: um “jogo” para investigar a si mesmo e sentimentos de outras pessoas.

Em 1617 Lucas Jennis, o editor alemão de vários livros Rosacruz, decidiu publicar um tratado intitulado Societas Jesus et Rosae Crucis Vera (A Verdadeira Sociedade de Jesus e Rosacruz), escrita pelo teólogo Daniel Cramer.

Jennis pediu para o gravador suíço Rudolph Mayr, para criar um emblema para cada um dos 40 capítulos do livro. O tema deste trabalho é o coração, considerado a sede das emoções humanas, mas também um símbolo de humores que envolvem todas as pessoas no curso de sua existência no mundo material.

Os emblemas de Cramer, ilustram como o coração sofre vários processos e experiências através de 40 etapas. Assim, podemos ver nestas imagens um exemplo de exercício de meditação dos Rosacruzes; é um “trabalho interior”, que cada mulher e cada homem pode desenvolver, colocando-se numa relação profunda com seu centro espiritual.

Como observado por Adam McLean, o simbolismo destes 40 emblemas se assemelha a certos alegorias alquímicas. De fato, em algumas imagens, podemos ver o coração colocado num forno, ou é pesado numa balança.

Em alguns estágios, vários tipos de plantas crescem a partir do coração. Em outros, o coração é libertado de vários tipos de servidão e limitações.Estes emblemas foram reservados para um pequeno número de iniciados às doutrinas dos Rosacruzes até que um aluno de simbologia percebeu o seu potencial.

Ao mesmo tempo, ele pediu a um artista búlgaro, Stilyan Stefanov, para pintar os 40 emblemas em conformidade com o seu estilo original. Este foi um oráculo criado por Giordano Berti com a colaboração de Odete Lopes e Vincenzo Luciora.

 Marcar Consulta

Promete trazer muitas surpresas na forma como é utilizado para prever o futuro.